Mother

20 09 2010

Música do Pink Floyd sobre a parte mais fundamental e conturbada do laço mãe~filho: a doação de liberdade.

Apreciem!

Anúncios




O Homem Nu – Fernando Sabino

7 08 2010

Ao acordar, disse para a mulher:

— Escuta, minha filha: hoje é dia de pagar a prestação da televisão, vem aí o sujeito com a conta, na certa.  Mas acontece que ontem eu não trouxe dinheiro da cidade, estou a nenhum.

— Explique isso ao homem — ponderou a mulher.

— Não gosto dessas coisas. Dá um ar de vigarice, gosto de cumprir rigorosamente as minhas obrigações. Escuta: quando ele vier a gente fica quieto aqui dentro, não faz barulho, para ele pensar que não tem ninguém.   Deixa ele bater até cansar — amanhã eu pago.

Pouco depois, tendo despido o pijama, dirigiu-se ao banheiro para tomar um banho, mas a mulher já se trancara lá dentro. Enquanto esperava, resolveu fazer um café. Pôs a água a ferver e abriu a porta de serviço para apanhar o pão.  Como estivesse completamente nu, olhou com cautela para um lado e para outro antes de arriscar-se a dar dois passos até o embrulhinho deixado pelo padeiro sobre o mármore do parapeito. Ainda era muito cedo, não poderia aparecer ninguém. Mal seus dedos, porém, tocavam o pão, a porta atrás de si fechou-se com estrondo, impulsionada pelo vento.

Continue lendo »





Verso em prosa

17 06 2010

não morro de amores
por pessoas sem mistério
quando se é muito transparente
muito risonho e educado
é raro ser levado a sério
prefiro os mais silenciosos
os que abrem a boca de menos
os mais serenos e mais perigosos
aqueles que ninguém define
e que sempre analisam os fatos
por um novo enfoque
prefiro os que têm estoque
aos que deixam tudo à mostra na vitrine

– Martha Medeiros in “Poesia Reunida”





Testando o Google Translate

14 05 2010

Muitas vezes confiamos no Google para tudo. Na hora de traduzir uma frase de um idioma para outro, muitas vezes não é diferente. Então, confira a experiência de escritor Millôr Fernandes com o tradutor do Google na seguinte crônica.

Eu, tradutor eletrônico

Quando abro o Google e procuro o que procuro, no mundo inteiro ou aqui na esquina, fico besta com os robôs que sabem tudo, encontram tudo, traduzem tudo.

Traduzem, ah! Peraí, já vivi muito disso. Não vão tirar de mim uma atividade da qual ainda posso precisar num amanhã qualquer, ou mesmo amanhã de manhã.

Impulsionado pelo medo de perder um emprego ainda exequível, resolvi entrar no campo do invasor eletrônico, usando suas próprias armas. Peguei a frase que Machado de Assis escreveu há mais de 130 anos e que acabaram colocando na entrada da ABI, traduzi de uma língua pra outra e de outra pra uma, desde o português inicial até o português final. Me acompanhem.

PORTUGUÊS
ESTA É A GLÓRIA QUE FICA ELEVA HONRA E CONSOLA

Para o Inglês
This is the glory and honor that is elevated console

Para o Sueco
Detta är ära och heder som är förhöjda konsol

Para o Espanhol
Esta es la gloria y el honor son elevadas consola

Para o Alemão
Dies ist die Herrlichkeit und Ehre sind erhöhte Konsole

Para o Francês
Ceci est la gloire et l’honneur sont augmenté console

Para o Italiano
Questa è la gloria e l’onore essere aumentato console

Para o Galego
Este é alimento por glória e honra de ser aumentado consola

Para o Catalão
Aquest és alimentat pels aliments per la glòria i l’honor de ser l’augment de la consola

Para o Húngaro
Ez az élelmiszer adagolják a dicsöség, és az a megtiszteltetés, hogy a megnövekedett konzol

Para o Grego
Console.

Para o Português
Este produto é alimentado para a glória e a honra de o aumento Console.

Millôr Fernandes





Feliz Dia das Mães

9 05 2010

Para sempre

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.

Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
– mistério profundo –
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

Carlos Drummond de Andrade

COSA NOSTRA, O BLOG QUE VEIO PARA FICAR.





Discurso dos sonhos

8 05 2010

Discurso dos sonhos

Meu nome é barack obama. fui eleito presidente dos estados unidos da américa pela maioria dos cidadãos desse país. isso muito me orgulha e me alegra. nessa condição declaro que a partir desse minuto, os estados unidos não se arrogam mais a liderança de coisa alguma. todos os militares americanos em missão pelo mundo devem voltar aos estados unidos para ajudar na reconstrução de nosso país, gravemente abalado por desmandos da antiga gestão. a partir desse momento, todos os países ganham alforria e podem viver como bem quiser. os estados unidos pode ser apenas um parceiro. não mais um gerente. quero afirmar minha fé no livre comércio, desde que realmente livre de qualquer proteção ou subsídios de estado. igualdade e liberdade para todos. e, para terminar, ergo um brinde a todos os cidadãos desse planeta com um copo d’água, esse líquido precioso que de agora em diante os estados unidos ajudará a preservar e despoluir. salut ! salute ! saúde ! prosit ! cheers !

Chacal

Pena que as coisas não foram e não estão sendo  bem assim





Verso em Prosa

2 05 2010

Onde você vê

https://i1.wp.com/imagem.vilamulher.com.br/temp/perspectiva-280108.jpg

Onde você vê um obstáculo,
alguém vê o término da viagem
e o outro vê uma chance de crescer.

Onde você vê um motivo pra se irritar,
Alguém vê a tragédia total
E o outro vê uma prova para sua paciência.

Onde você vê a morte,
Alguém vê o fim
E o outro vê o começo de uma nova etapa…

Onde você vê a fortuna,
Alguém vê a riqueza material
E o outro pode encontrar por trás de tudo, a dor e a miséria total.

Onde você vê a teimosia,
Alguém vê a ignorância,
Um outro compreende as limitações do companheiro,
percebendo que cada qual caminha em seu próprio passo.
E que é inútil querer apressar o passo do outro,
a não ser que ele deseje isso.

Cada qual vê o que quer, pode ou consegue enxergar.

“Porque eu sou do tamanho do que vejo.
E não do tamanho da minha altura.”

Fernando Pessoa

COSA NOSTRA, O BLOG QUE VEIO PARA FICAR.