Grande pátria desimportante.

21 08 2010

É meu caros, é tempo de eleição.

Agora chovem carros de som, palanques, papeizinhos distribuídos em qualquer canto, bandeirolas pelas ruas, placas e outdoors construindo a poluição dessa época.

Mais o que mais aparecem nesse período são perguntas. Muitas perguntas.

Primeiro. QUEM SABE PRA QUEM VAI VOTAR PRA DEPUTADO ESTADUAL? Gente. Quem? É quase uma questão existencial. Porque além de já não acreditarmos em partido algum, ainda temos que aturar anônimos ou famosos (BIZARROS) tentando esse posto justamente por quase nunca lembrarmos quem ou o que faz esse ditacujo.

Segunda. Porque cargasd’água essas celebridades cismam em se candidatar? Ok, eu sei. Dinheiro fácil sem trabalhar. Eu sei. Mas GENTE! Mulher fruta, jogador de futebol e cantor de ex-banda adolescente de sucesso É DEMAIS! Porque simplesmente não vivem de mostrar sua bunda, receber dinheiro de programa de auditório trash e/ou tentar um bico na CNT por aí? Mas nãããão! Insistem em perturbar nosso tão pouco juízo com suas asquerosas candidaturas.

Mais uma. Dizem que o Greenpeace e WWF se importam com a natureza. Então dá pra dar uma aparecidinha no CAOS que tá o Rio De Janeiro, e provavelmente em todas as outras cidades do Brasil? É papel no chão (claro. essa gentalha que não sabe pra que serve uma lixeira também merece cair em desgraça), carros de som estourando nossos tímpanos com insuportáveis ruídos músicas ,que por motivos mais insuportáveis ainda não desgrudam de nosso cérebro, placas e “bandeiras” impedindo não só enxergar o que ta na sua frente como também de desviar do FDP que só pra te sacanear o dia vai de dar um encontrão e fazer  com que você quase caia no meio de um mundo de gente.

Agora a pergunta mais sacana e cretina: o que, nós, povo, desejamos pro futuro do país? “O Brasil pode mais” ou “para o Brasil seguir mudando”? Ai, ó pai, daí-nos força. Ou melhor, opção. Se depende disso, ô Brasilsinho, meu filho, tu tá mal.

É pobres brazucas, cá estamos nós num período importantíssimo, mas com tão pouca crença. Nossas vidas são definidas por nós mesmos, mas muitas vezes votamos por diversão, por ser famoso e/ou por promessas falsas. Ah meu Brasil, até quando viveremos nesse mar de impunidade, desespero e miséria? Essa foi a última pergunta.

ps.: Para rir um pouco, aqui vão os candidatos mais bizonhos dessa nossa magnifica eleição 2010

http://www.ospaparazzi.com.br/especiais/candidatos-famosos-querem-o-seu-voto-nas-eleicoes-2010-da-pra-leva-los-a-serio-2389.html

Anúncios




Kit-Copa

20 06 2010

“Ouviram do Ipiranga as margens Plááácidas..”

               Se o hino do Brasil ainda é difícil pra você, trate logo de aprender afinal a copa do Mundo já começou e o Brasil joga de novo hoje e você não pode deixar de ser brasileiro!

              Pintar as ruas, vestir a camisa verde e amarela e gritar com emoção que “é brasileiro com muito orgulho com muito amor” é fundamental. Experimente não utilizar uma bandeira nacional a cada jogo que será considerado praticamente um estrangeiro.

             Bandeirinhas no carro, unhas pintadas de amarelo e verde, pintar listras no rosto de cada pimpolho é mais que obrigação de todo motorista, mulher e mãe. Afinal não esqueçamos que de quatro em quatro anos 190 milhões de pessoas se unem, agem, reivindicam, amam… ‘Tá doido? Quem disse que é pela eleição, meu querido. É pelo futebol. Ver os jogadores da seleção correndo atrás de uma bola é algo de fundamental importância, até porque o que seria de nós sem esse esporte magnífico?

              Mas ó se quiser ser um cidadão brasileiro de verdade, aja rápido. A Copa já começou, as vuvuzelas já tão tocando e você não pode ficar fora dessa. E se ficar, será condenado à fogueira do desprezo por todos os patriotas futebolísticos.

             Mas vá rápido. A Copa dura no máximo um mês e a validade do patriotismo também. Após isso, ele vence e apodrece.

             E as eleições de outubro? Que idéia fixa, meu rapaz! Mas sinto lhe dizer que nessa a gente nunca precisou torcer muito pra isso, né mesmo? Então… A gente vai lá, vota em qualquer um e pronto. Até penso que é uma coisa chatérrima, eles ao menos poderiam comparar com o futebol, ficaria mais interessante: tal candidato tá impedido de concorrer, cartão vermelho pra esse que roubou 40 milhões, substituição do Sarney que foi pro banco [dos réus!!! \o/ ] ou coisa assim. Seria muito mais divertido.

            Então sejamos nacionalistas, mesmo que de 4 em 4 anos.

Rumo ao hexa e aos jogos aqui em 2014, Brasil!